A Associação Brasileira de Medicina Antroposófica iniciou em 1994 o 1º Curso de Formação em Medicina e Terapias Antroposóficas em São Paulo, nos moldes de Especialização Sensu Lato (Cursos Livres - Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional) que possibilitam conhecimento e atualização na Antroposofia (Capacitação pedagógica). Em 1998, com a formação das regionais da ABMA, possibilitou-se a formação em outros estados do Brasil.

Em São Paulo, atualmente, estamos no 15º Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde.

Em março de 2017 inicia o 16º Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde, pré-requisito para o curso de formação em Medicina antroposófica (16º  Formação em Medicina Antroposófica,dirigido para médicos, mas aberto para participação de odontólogos, em 2018).

Os Cursos de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde seguem as diretrizes da Comissão de Ensino da ABMA, ligada a Seção Médica do Goetheanun.


Objetivos

O Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde, organizado pela Associação Brasileira de Medicina Antroposófica Regional São Paulo (ABMA-SP), é um curso de capacitação pedagógica com objetivo de trabalhar os conceitos que fundamentam a Antroposofia e que servem de alicerce à sua prática. Fornecer informações que preencham lacunas para quem já conhece alguns conceitos antroposóficos e uma introdução ao pensamento do filósofo e educador austríaco Rudolf Steiner (1861 – 1925) para quem deseja conhecê-lo. Visa estimular o interesse na continuidade deste estudo, permitindo que uma eventual formação sistemática possa ser feita sobre uma base mais sólida.


Público Alvo do Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde (Curso Básico)

Destinado aos médicos e a todos os profissionais da área da saúde que buscam aperfeiçoar sua prática, ampliar a arte de cuidar do ser humano e a todos que desejam aprofundar seu conhecimento em Antroposofia e que buscam um caminho de autodesenvolvimento.


Metodologia

O curso é realizado com 8 módulos teórico-práticos, aos sábados e domingos das 8 às 18 horas, que acontecerão uma vez ao mês e com aprofundamento durante os intensivos, realizados duas vezes ao ano, com duração de 4 dias e meio cada.

Aula TeóricaAs aulas teóricas são expositivas e presenciais, com apostilas ou referências bibliográficas que estarão sendo disponibilizadas para aquisição durante os módulos. As principais referências já se encontram divulgadas aqui.

Nas aulas práticas são proporcionadas vivências nas diversas terapias complementares ao tratamento médico, são elas a terapia artística, euritmia curativa, massagem rítmica, etc.

Nas vivências os temas são sempre relacionados com as aulas teóricas.

Atividade ArtísticaNos módulos intensivos, é proporcionado para os alunos o aprofundamento em alguns temas, também com aulas teóricas e práticas.

A participação em grupos de estudos, também está disponível para alunos e ex-alunos. Os grupos de estudos acontecem durante os dias de semana na Casa de Rudolf Steiner e na Clínica Tobias.

Na formação médica é obrigatória a participação em estágios que são oferecidos pela ABMA- Regional São Paulo.


Módulo IntensivoRequisitos para Participação

  • Ser profissional da área da saúde com nível superior completo ou cursando o último ano da faculdade (medicina, odontologia, farmácia, enfermagem, veterinária, fonoaudiologia, nutrição, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia) e profissionais ou estudantes das áreas terapêuticas antroposóficas, referendados pela instituição responsável;
  • Para o segundo ano (Formação em Medicina Antroposófica): dirigida para médicos, ou acadêmicos em medicina no último ano da faculdade, que tenham cursado o primeiro ano, curso pré-requisito;
  • Apresentar Curriculum vitae e fotocopia autenticada do conselho correspondente (ou comprovar que está em formação);
  • Realizar entrevista, quando solicitado pela coordenação;
  • Preencher ficha de inscrição a partir de novembro de 2016.

Estrutura

O Curso de Antroposofia para Profissionais da Área da Saúde (primeiro ano) é pré requisito para a o Curso de Formação em Medicina Antroposófica (segundo ano):

Primeiro ano: Curso Básico para Profissionais da Área da Saúde
Para médicos, profissionais da área da saúde (odontólogos, farmacêuticos, enfermeiros, veterinários, fonoaudiólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos) e profissionais ou estudantes das áreas terapêuticas antroposóficas (terapia artística, euritimia curativa, cantoterapia e massagem rítmica), referendados pela instituição responsável.

Segundo ano: Formação em Medicina Antroposófica
Dirigido para médicos, mas aberto para participação de odontólogos.


Duração

Cada fase tem a duração de 12 meses, constituída por oito módulos de finais de semana (aos sábados e domingos das 8 às 18 horas) que acontecerão uma vez ao mês, e dois módulos intensivos, de quatro dias e meio de duração cada (realizados nos meses de janeiro e julho).


Requisitos para certificação

Profissionais Médicos: Certificado de Formação em Medicina Antroposófica

Deverão demonstrar:

  • 75% de participação em cada módulo de final de semana nas fases 1 e 2, e 100% de participação nos intensivos das fases 1 e 2.
  • Estágios: mínimo de 100 horas, sendo que 50 horas precisarão obrigatoriamente ser cumpridas em atividade ambulatorial – atendimento clínico em ambulatórios administrados pelas ABMA-regionais ou em acompanhamento de atendimento clínico efetuado por colegas médicos antroposóficos em suas clínicas privadas. Às 50 horas restantes poderão também ser cumpridas em atividade ambulatorial e/ou participação em grupos de estudos reconhecidos pela CE-regional, e/ou de participação em eventos de MA promovidos pela ABMA-nacional ou ABMA-regionais, tais como cursos, simpósios ou congressos. As atividades ambulatoriais e em grupos de estudo deverão ser supervisionadas por médicos antroposóficos certificados. Em relação às atividades ambulatoriais solicita-se ainda o registro de frequência em folha assinada pelo supervisor que deverá ser devidamente arquivada nas ABMA-regionais.
  • Trabalho de Conclusão de Curso que, de preferência, deverá consistir na apresentação e discussão de dois casos clínicos devidamente documentados.

Outros Profissionais (e os médicos com frequência irregular) receberão Declaração de Frequência, onde constam os módulos e intensivos nos quais participaram assinado pelo coordenador do curso.

ATENÇÃO
A Formação de turma em cada área está sujeita ao número mínimo de alunos.


Inscrições

Selecione a nova turma para 2017.